domingo, fevereiro 21, 2010

Salgueiro pressiona mas Santa vira e volta ao G4


O lateral esquerdo Sideval comemora o gol do Salgueiro, marcado nos primeiros minutos de jogo
O lateral esquerdo Sideval comemora o gol do Salgueiro, marcado nos primeiros minutos de jogo

O Santa Cruz viajou a Salgueiro e não encontrou um adversário fácil, neste domingo (21), durante o jogo válido pela 11ª rodada do Campeonato Pernambucano. Os tricolores chegaram a ser vazados aos 6 minutos de jogo, por Sideval, mas reagiram e ainda no primeiro tempo conseguiram a virada, com gols de Joélson e Leandro Cardoso, aos 25 e 35 minutos, respectivamente.


Com o resultado, o Santa Cruz - que amargava 5 rodadas sem vencer - chega aos 17 pontos e ocupa a quarta posição na tabela, no esperado G4. O Salgueiro permanece com 16. Na próxima rodada, a equipe do Recife enfrenta o Sete de Setembro, no Arruda. O jogo será no sábado, às 17h. Já o Salgueiro pega o Porto, em Caruaru, no domingo (28), também às 17h.



O JOGO - O jogo começou com velocidade, tanto que, em menos de dois minutos, Gilberto Matuto já estava cobrando uma falta para obrigar Luciano a fazer uma boa defesa. Mas o início foi de equilíbrio e o Salgueiro reagiu. Também numa cobrança de falta, abriu o placar. Aos 6 minutos a zaga tricolor afastou mal e Sideval chutou com tudo para as redes de Bagio, fazendo Salgueiro 1 x 0 Santa Cruz.



O gol pareceu exercer efeito negativo e o Salgueiro cresceu em jogo. A reação do Santa Cruz (montado no esquema 4-4-2) demorou, mas veio em grande estilo - somente quando o time resolveu acordar. Aos 25 minutos, Joelson recebeu de pé direito e mandou uma bomba indefensável para Luciano, que viu apenas a bola passar. Tudo igual em Salgueiro.



Após o empate, o time Coral se reencontrou em campo e passou a atuar na ofensiva. Foi questão de tempo até o placar mexer novamente. Após uma cobrança de falta, Leandro Cardoso recebeu de Gilberto Matuto e finalizou numa cabeçada certeira para comemorar o gol da virada: Salgueiro 1 x 2 Santa Cruz.



Na volta para o tempo complementar, o Santa Cruz iniciou marcando melhor, tirando todas as chances de finalização do adversário. Chegou a arriscar a meta salgueirense em algumas oportunidades, entre elas aos 37 minutos, quando Joélson percebeu Luciano fora de perigo e mandou uma bomba que econtrou a trave. Após uma série de confusões e chuva de faltas, as redes não mexeram mais e o resultado ficou o mesmo que foi cravado no início. Vitória de virada para o Santa, por 2x1.



FICHA DO JOGO

Salgueiro: Luciano; Rogério, Vitor Caicó, Henrique e Siderval; Nildo Petrolina, Renato Frota, Tiago (Caio) e Heider (Tácio); Gilson Costa e França. Técnico: Paulo Júnior.



Santa Cruz: Bagio; Gilberto Matuto, Leandro Cardoso, Alysson e Jefferson (Marcos Mendes); Goiano, Leo, Elvis (Serginho) e Jackson; Joélson e André Leonel. Técnico: Dado Cavalcanti.



Local: Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro. Árbitro: Emerson Batista. Assistentes: Albert Júnior e Elan Vieira.



Renda: R$ 3.610
Público: 4.508

Nenhum comentário: