domingo, fevereiro 21, 2010

Espiões a favor dos corais

Além do observador da sua comissão técnica, que costuma acompanhar as partidas dos adversários do Santa Cruz, o técnico Dado Cavalcanti, para o confronto diante do Salgueiro, contará com três espiões. O lateral-direito Gilberto Matuto, o volante Marcos Mendes e o meia Élvis defenderam o Carcará nas últimas temporadas e poderão passar ao comandante coral informações dos sertanejos. Deles, quem passou mais tempo no clube foi Élvis, que ficou quase dois anos defendendo o time do Interior.

“Tenho um carinho especial pelo Salgueiro, fiquei quase dois anos lá, considero como se fosse minha segunda casa, assim como é o Santa Cruz. Conheço a maioria dos jogadores que estão lá. Converso bastante com o pessoal pela internet. Gosto muito dos dirigentes que estão lá, o Clebel Souza (ex-presidente) e o José Guilherme são meus amigos”, afirmou Élvis. Segundo o meia, os sertanejos deverão aproveitar o fato de jogar em seus domínios para pressionar bastante os tricolores. “Eles possuem uma marcação muito forte. Precisamos entrar focados e nos movimentar bastante para fugir dela”, disse.

Mesmo estando ciente da passagem dos três pelo Salgueiro, Dado Cavalcanti acredita que da formação atual os três poderão passar poucas informações. Para o treinador, eles ajudarão falando das características dos atletas, mas pouco da forma como a equipe jogará. “Desde que eles saíram, acontecerão muitas mudanças por lá. O treinador mudou, (antes era Neco) hoje é o Paulo Júnior, o coletivo da equipe também foi alterado”, declarou. Na visão do comandante, que tem como meta terminar a primeira fase entre os quatro primeiros colocados, daqui para frente, cada partida será encarada como um clássico.

Nenhum comentário: