sexta-feira, fevereiro 12, 2010

Diogo: mais um talento desperdiçado pelo Sport



Meia Diogo

Meia Diogo

Jogador está começando a se destacar no futebol húngaro


Quem não lembra do pernambucano Diogo, um habilidoso meio-campista oriundo do Futsal que se tornou uma das principais promessas do Sport Club do Recife no ano de 2007. Pois bem, parece que o tempo de promessa do atleta (FOTO) já passou e ele, agora com 22 anos, já se tornou uma realidade no futebol. A prova disso é visível, tanto que em apenas três meses de Europa e sofrendo com adversidades como o frio, o idioma, o fuso-horário e a saudade do seu país (principalmente de seus familiares que só vão pra lá em junho), ele já vem se destacando.



O jogador atualmente está na Hungria, Terra Natal do ex-atacante Puskas, eterno ídolo do futebol de sua nação. O clube que Diogo defende é o Tatabánya FC, quinto colocado na Segunda Divisão do país (2009/2010). A agremiação contratou o jogador para o Segundo Turno da competição e o tem como uma das maiores esperanças para conseguir o acesso a Série A (sobem três e o campeão ganhará vaga na Liga Europa da UEFA – antiga Copa da UEFA).



Diogo de Brito Silva, de 1,78m, já assinou contrato com seu novo clube, mas apesar de estar a três meses por lá, ainda não disputou uma partida oficial, pois o campeonato húngaro está em recesso por conta do forte inverno do país . Mas, mesmo sem atuar, o meia ambidestro já é titular absoluto de sua equipe, pois vem se destacando nos amistosos semanais disputados em campos sintéticos (os de grama estão desgastados por conta da neve).



A estreia oficial do jogador com a camisa do Tatabánya FC vai acontecer no próximo dia 12 de março, quando o Campeonato Húngaro voltará a ser disputado. “Estamos treinando forte e temos totais condições de nos classificarmos para a Primeira Divisão. Além de mim o clube fez outras contratações que deixaram o time mais forte”, afirmou o Diogo, confirmando que além dele, um mexicano e outro brasileiro são os principais destaques de sua equipe.



Família

Mais maduro no futebol e na vida, com uma família constituída (esposa e um filho que estão em Recife – o atleta espera continuar atuando bem para garantir o futuro de seus familiares. “Este é meu primeiro ano na Europa, por isso estou me esforçando além da conta e espero continuar bem aqui para realizar todos os desejos de seus familiares”, disse.



Tatabánya

É a capital do condado de Komárom-Esztergom e está situada a Oeste de Budapeste, capital da Hungria (cerca de 50 Km), numa região produtora de carvão. A cidade possui instalações metalúrgicas (de alumínio) e indústrias de cimento, de máquinas e de alimentos. O idioma falado na cidade e no país é o magyar.



Histórico

Antes de defender o Sport, o atleta defendeu o Náutico e se destacou. Com 15 anos de idade o atleta já fazia parte do elenco profissional do clube dos Aflitos com o técnico Givanildo Oliveira (que atualmente é treinador do Sport). Aos 16 anos, ainda no Náutico, o atleta estreou profissionalmente com o técnico Heriberto da Cunha, outro ex-técnico Rubro-negro.



Depois do Náutico o jogador foi defender o Atlético Paranaense por empréstimo e voltou ao . Diogo treinava muito bem na Ilha do Retiro, mas não teve muitas oportunidades de atuar com o técnico Alexandre Gallo e foi mais um atleta da “terra” que não teve o seu valor reconhecido pelo clube (assim como vários outros que estão bem em outros clubes pelo mundo), tendo o seu talento desperdiçado na Praça da Bandeira.



Após deixar o Sport no segundo semestre de 2007, Diogo passou por Mogi-Mirim e Guaratinguetá de São Paulo, além do Caxias do Rio Grande do Sul (FOTOS 9 e 10). O atleta apareceu muito bem nesses clubes, fator que fez o clube da Hungria ter interesse em seu futebol e o contratar.

Nenhum comentário: