sábado, fevereiro 20, 2010

Clássico dos Clássicos termina em 1x1 na Ilha do Retiro

Clássico dos Clássicos termina empatado. Sport segue na ponta da competição
Clássico dos Clássicos termina empatado. Sport segue na ponta da competição. Bom, com o resultado, o Sport segue na liderança do campeonato, com 23, e o Náutico continua na vice, com 20 pontos ganhos.


Em um jogo morno, sem muita técnica, Wilson abriu o placar aos 39 do primeiro tempo; Hamilton marcou para o Náutico aos 12 da etapa complementar.

O Clássico dos Clássicos não saiu do empate na Ilha do Retiro. Com um jogo morno, sem muita técnica, Wilson abriu o placar aos 39 do primeiro tempo, em uma jogada estranha. No segundo tempo, com maior pressão alvirrubra, Hamilton empatou o jogo logo aos 10 minutos, em uma bela cobrança de falta. Ciro e Diego Bispo foram expulsos no segundo tempo, após confusão entre os dois.

Náutico e Sport se enfrentam na Ilha do Retiro, no primeiro Clássico dos Clássicos após o rebaixamento

Empatado. Assim terminou Clássico dos Clássicos entre Sport e Náutico, neste sábado, na Ilha do Retiro. O Leão abriu o placar no primeiro tempo com Wilson. O Náutico empatou no segundo, com Hamilton. No final, um futebol sem qualidade e duas torcidas irritadas com o desempenho das equipes em campo. Com esse resultado, o Sport permanece na liderança do Campeonato Pernambucano 2010 e o Náutico em segundo lugar.

O primeiro tempo da partida foi completamente dominado pelo Sport. O Náutico apresentou um futebol muito fraco e não conseguiu dar sequer um chute contra o gol rubro-negro. As únicas vezes que o goleiro magrâo tocou na bola foi para cobrar tiros de meta e pegar a bola que terminava tocada pelos zagueiros leoninos.

O Sport também não fazia um bom jogo, mas pelo menos tocava bem a bola e conseguia criar algumas oportunidades de gol. A primeira delas saiu aos 19, quando Júlio César cobrou falta e Igor cabeceou colocada, mas a bola terminou saindo. Logo depois, o mesmo Júlio César cobrou nova falta e César cabeceou nas mãos de Glédson.

Um lance que levantou a torcida do Sport na primeira etapa foi a bicicleta dada pelo atacante Ciro aos 37 minutos. O artilheiro rubro-negro recebeu um cruzamento de Igor na grande área e acertou o lance. O goleiro alvirrubro precisou se esticar todo para defender e evitar o gol do Sport.

De tanto pressionar, o Sport abriu o placar aos 39 minutos. Eduardo ramos cobrou escanteio no meio da área alvirrubra. A zaga tirou e Dutra pegou o rebote na intermediária. O lateral-esquerdo deu um chutão com o objetivo de se livrar da bola, mas terminou lançando para o atacante Wilson, que matou e chutou na saída de Glédson. O Náutico reclamou de impedimento, mas o árbitro Carlos Costa validou o gol.

No segundo tempo, o técnico Edson Leivinha mandou o time para frente e pediu para os jogadores explorarem o lado esquerdo do Sport, nas costas de Dutra. Deu certo. O Náutico voltou bem melhor em campo e logo no primeiro minuto Philip recebeu nas costas de Dutra e cruzou para Elton entrar em velocidade na pequena área e chutar em cima de Magrão.

A resposta do Sport veio logo em seguida, quando Ciro chutou forte e o zagueiro Vinícius evitou o gol. Aos 12, Hamilton cobrou uma falta certeira e acertou o fundo das redes do gol do goleiro Magrão, que viu a bola quicar a menos de um metro na sua frente e lhe encobrir. Estava empatado o jogo na Ilha do Retiro

Logo após o empate do Náutico, o jogo pegou fogo. Aos 26 minutos, o atacante Ciro foi agredido pelo zagueiro Diego Bispo dentro da área do Náutico. O árbitro estava de costas e os árbitros reservas precisaram avisar a agressão. Porém Carlos Costa decidiu expulsar os dois jogadores, prejudicando o Leão e provocando a ira da torcida.

Depois das duas expulsões o jogo voltou a ficar equilibrado, mas sem lances claros de gol. Um dos poucos lances de perigo saiu dos pés do lateral-direito Júlio César, que chutou de fora da área, para fora. No final, apenas um ponto para cada lado e muitas vaias para os jogadores.

Clique aqui e confira a tabela e classificação do Campeonato Pernambucano 2010.

Sport 1x1 Náutico
Local: Ilha do Retiro
Árbitro: Carlos Costa
Auxiliares: Ubirajara Ferraz e Alcides Lira
Gols: Wilson (S) e Hamilton (N)
Cartões amarelos: Derley, Elton (N) e Juninho Silva (S)
Cartões vermelhos: Ciro (S) e Diego Bispo (N)
Público: 19.558
Renda: R$ 235.760

Sport
Magrão, Igor, César e Montoya; Júlio César, Zé Antônio, Eduardo Ramos, Ricardinho (Juninho Silva) e Dutra; Eilson e Ciro. Técnico: Givanildo Oliveira.

Náutico

Glédson, Eduardo Eré (Márcio Tinga), Vinícius, Diego Bispo e Wellington; Nílson, Hamilton, Derley e Juliano (Elton); Philip e Rodrigo Dantas (Tiaguinho). Técnico: Edson Leivinha (interino).

Nenhum comentário: