domingo, fevereiro 21, 2010

CHAPADÃO DO ARARIPE - Vencer para ter regularidade

Araripina e Vitória guardam algo em comum neste Estadual. A estabilidade é um reforço que os dois times ainda não conseguiram agregar aos seus elencos. E é em busca dela que essas equipes se enfrentam, às 17h, deste domingo, no Estádio Chapadão do Araripe, na cidade de mesmo nome. A favor do Tricolor das Tabocas, sétimo lugar com 14 pontos, conta a motivação que um triunfo em cima do principal rival pode trazer. O time desbancou o Vera Cruz por 3x2, em uma surpreendente virada, no meio da semana. Já o caçula da Série A1, 11° lugar, com dez pontos, apega-se ao fato de ter feito o dever de casa nas últimas duas partidas no Sertão.

Sem apresentar a mesma empolgação das últimas entrevistas, o técnico do Araripina, Jorge Luis, reconhece que o time precisa encontrar uma regularidade na competição. “É questão de vida ou morte. Temos que vencer. Pelo menos, a gente tem feito o dever de casa. Agora, temos que encontrar um equilíbrio dentro da competição”, disse. Para a partida, o treinador, como de costume, fez mistério. De certo mesmo é que os meio-campistas Péricles, machucado, e Zaqueu, suspenso, estão de fora do confronto.

No Vitória, a alegria pelo triunfo diante do Vera Cruz ganha corpo na figura do treinador Roberto de Jesus. Empolgado com a dedicação do time dentro de campo, o comandante tricolor chegou a chamar os atletas de guerreiros para explicar a quantidade de jogadores contundidos. Devem ficar de fora deste jogo os volantes Fabinho Vitória e Daniel Carlos e o meia Clóvis, além do atacante Jadílson e do meia Paulinho, suspensos.

Nenhum comentário: