quarta-feira, julho 28, 2010

Benzema assegura à polícia francesa que não conhece prostituta


por ESPN.com.br com Agência EFE


O jogador francês do Real Madrid Karim Benzema, acusado de ter relações sexuais com uma prostituta menor de idade conhecida como Zahia, assegurou à Polícia que nunca foi para a cama com ela e que nem a conhece pessoalmente.

Segundo o jogador, Zahia circulava ao redor das mesas dos jogadores, "como tantas outras meninas", em declarações do jogador à Polícia, publicadas hoje pelo jornal "Le Parisien", que teve acesso aos arquivos do interrogatório. "Não falei com ela, não me apresentaram a ela. Não conheço essa menina", declarou categoricamente Benzema aos policiais.

Em 20 de julho, os investigadores lhe perguntaram por que, então, Zahia afirma que teve relações sexuais com ele. A resposta do jogador: "Não sei, talvez para aparecer na televisão, para estar nas capas dos jornais. Não é assunto meu. De qualquer maneira, sei que não toquei nela".

Benzema e o também jogador francês Franck Ribéry são acusados por ter encomendado os serviços da menor. Ribéry, por sua vez, admite que teve relações com ela, numa orgia com um amigo e outra prostituta, mas afirma que não sabia que ela não tinha 18 anos de idade na ocasião.

Ribéry admite relações com Zahia, mas diz que não sabia que era prostituta


por ESPN.com.br


O jogador francês do Bayern de Munique Franck Ribéry, acusado de ter relações sexuais com uma prostituta menor de idade, conhecida como Zahia, admite que participou de uma orgia com ela, outra mulher e um amigo do jogador, mas enfatiza que não sabia que era prostituta e menor de idade.

Segundo reportagem publicada nesta quarta-feira pelo jornal Le Parisien, que teve acesso ao depoimento do jogador à Polícia, Ribéry explica que convidou as duas meninas para uma viagem a Munique, mas que não se encarregou pessoalmente das transações econômicas. Por isso, não sabia que Zahia não tinha ainda 18 anos.


"Kamel Z. (também acusado) e eu tivemos relações sexuais com as duas meninas. Trocávamos de parceira durante a noite", lembra o jogador em seu testemunho à Polícia. Os fatos remontam a abril de 2009, quando Zahia foi a Munique com uma amiga para ter relações sexuais com o jogador.

"Elas queriam se deitar comigo, pelo meu nome, porque tenho dinheiro. Queriam passar um bom momento", afirmou à Polícia, em 20 de julho, o meia do Bayern. Segundo ele, Zahia "mente" quando declara que ele pagou 700 euros por seus serviços.

Kamel, um amigo do jogador, foi quem organizou o encontro, com o dinheiro em espécie que Ribéry lhe dava para reservar o hotel, as passagens e outros gastos para "não deixar pistas" e, assim, evitar que a esposa do jogador descobrisse o fato, divulga "Le Parisien".

Pressionado pelos policiais, segundo os quais a reserva do hotel foi feita em nome de um intérprete do Bayern, e não de Kamel, o jogador corrige as declarações anteriores. "Talvez já não me lembre se foi Kamlel Z. quem cuidou das passagens", responde Ribéry.

O que o jogador não esqueceu é como foram as duas noites que o jogador passou com Zahia e sua amiga. Na primeira das noites, os quatro foram a um restaurante antes de ir ao hotel, onde aconteceu a troca de casais.

"Voltava para casa com Kamel" e "deixei 100 euros às meninas, para que pudessem comer e sair no dia seguinte", lembra o jogador. Na segunda noite, foi o cunhado de Ribéry quem foi para a cama com Zahia, enquanto o meia teve relações sexuais com a amiga da prostituta. Mais uma vez deu a elas 100 euros "para o táxi", diz o diário.

"Por que quantias tão pequenas?", perguntam os policiais a Ribéry. Este explica que já tinha gastado muito dinheiro em toda a operação. "Já havia pagado o avião, o hotel, o restaurante. Já tinha me custado muito caro", se justifica o jogador, de 27 anos, que estima os gastos totais em cerca de 2 mil euros.

Além do assunto da prostituição, o jogador insiste - como fez desde que começou o escândalo - que não sabia que Zahia era menor. Segundo Ribéry, ela aparentava ter 20 anos, e não 17. "Se soubesse que era menor, nunca teria tido relação com ela".

Imprensa revela que Coreia do Norte foi repreendida por campanha na Copa

por ESPN.com.br com Agência Estado


Os jogadores da seleção da Coreia do Norte e a comissão técnico foram repreendidas pelo governo local por ter perdido as três partidas que disputou na Copa do Mundo da África do Sul, de acordo com informações da imprensa local. A equipe e o treinador Kim Jong Hun foram convocados para uma reunião no Palácio Popular da Cultura, em Pyongyang no dia 2 de julho, revelou a Rádio Free Ásia.

O ministro do Esportes Pak Chol Myong estava entre as pessoas presentes ao encontro, que reuniu membros do governo e atletas e teve seis horas de duração. Os jogadores Jong Tae Se e Yong Um Hak, que atuam fora do país, não participaram da reunião. A rádio citou duas fontes não identificadas na Coreia e um empresário chinês, chamado Yu, descrito como conhecedor de assuntos da Coreia do Norte.

Grupos em Seul, que monitoram informações da Coreia do Norte disseram que não podiam confirmar a informação, e garantiram que não houve menção de quaisquer reuniões em Pyongyang na imprensa estatal.

Depois de 44 anos de ausência, a Coreia do Norte disputou a sua segunda Copa do Mundo e foi derrotada pelo Brasil (2 a 1), por Portugal (7 a 0) e pela Costa do Marfim (3 a 0).

Meneghel e Prates podem reaparecer no time titular no treino desta quarta


Ambos os atletas estão liberados pelo departamento médico e poderão ser as novidades desta tarde

Daniel Leal - Especial para o Diario de Pernambuco



O técnico Alexandre Gallo comandará mais um treino tático na tarde desta quarta-feira, visando o duelo contra o Paraná, às 16h10 do próximo sábado, no estádio Dorival Brito, em Curitiba.


A expectativa para os trabalhos desta tarde apontam para os possíveis retornos do atacante Bruno Meneghel e do lateral-direito César Prates ao time titular alvirrubro.


Ambos, assim como anunciou o técnico Alexandre Gallo via Twitter, estão liberados do departamento médico alvirrubro e aptos para atuarem.


Outro que também deverá treinar entre os titulares é o volante Rodrigo Pontes, que cumpriu suspensão automática na última partida e poderá jogar contra a equipe paranaense. Assim, Márcio Tinga deverá voltar para o banco de reservas, permitindo o retorno do titular Pontes.


A baixa no elenco fica por conta do zagueiro Walter, que cumprirá suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Wesclay e Diego Bispo disputarão a vaga.

Cautela diante da crise adversária


O próximo adversário do Náutico não vive os seus melhores dias

Redação Superesportes - Diario de Pernambuco


Os alvirrubros dedicam atenção à atual fase turbulenta do Paraná. Sem vencer desde a volta da intertemporada, o time vive uma crise de salários atrasados. Seja por "humildade estratégica" ou por ver a mobilização dos paranaenses para agarrarem a chance de se reerguer, o Timbu conserva a cautela.


O próximo adversário do Náutico dentro da Série B lançou campanhas massivas para aproximar o torcedor e arrecadar verba suficiente para sanar as dívidas com o elenco - o débito supera os R$ 500 mil. Bolso cheio e apoio das arquibancadas compõem a receita para motivar a equipe. Mesmo com preços nada convidativos (o valor mínimo do pacote para as duas próximas partidas em casa é de R$ 100), a expectativa é de estádio lotado para o jogo do sábado.


Outro ponto adverso do qual o Timbu tomou ciência se refere ao estado do gramado, maculado com as intensas chuvas. "Vimos, através da TV, a situação do campo. Não está nada legal. A chuva e o frio atrapalham. Mas precisamos superar as adversidades", afirmou o zagueiro Wescley.


Náutico e Paraná vivem situações de contraste desde o final da intertemporada. O time pernambucano venceu as três partidas disputadas, apesar de duas terem sido realizadas nos Aflitos. É o líder isolado da Série B, com 23 pontos. A equipe paranaense despencou tabela abaixo, com as duas goleadas sofridas longe do próprio reduto e o empate diante da torcida. É a oitava colocada, com 16 pontos. "Quando a bola rola, as coisas ficam muito iguais. Os problemas são esquecidos. É o momento de oscilação do clube, natural para uma competição com tantos jogos", opinou o treinador timbu, Alexandre Gallo.

À espera do sinal verde Bruno Meneghel e César Prates só dependem do "ok" de Gallo

Helder Tavares/DP/D.A Press
Atacante Bruno Meneghel, lesionado desde a intertemporada, pode voltar contra Paraná

Recuperados de lesão, os atletas podem reforçar o Timbu diante do Paraná. Evando voltou a treinar com bola. Wescley, com uma contratura, está praticamente afastado

Rodolfo Bourbon - Diario de Pernambuco


Primeiro, o aval dos médicos. Depois, a liberação do departamento físico. Agora, resta o sinal positivo do treinador Alexandre Gallo para o atacante Bruno Meneghel e o lateral-direito César Prates voltarem a campo - próximo sábado, diante do Paraná. Prates, após duas rodadas de "molho"; Meneghel, desde a intertemporada.


A volta do lateral-direito é tida como certa, haja vista o fato de o setor ter sido ocupado, de forma improvisada, pelo volante Márcio Tinga. O retorno de Meneghel, em contrapartida, é incerto, devido ao rendimento eficaz do trio composto por Giovanni, Cristiano e Geílson.


Perguntado se merecia retomar a titularidade, o atacante respondeu "sim". Acrescentou ter sido o artilheiro do time antes da parada para a Copa do Mundo. Mas evitou criar atritos. "A equipe está jogando bem. Vou treinar firme para retomar a posição. É bom deixar a dúvida para o treinador. O que Gallo decidir, iremos aceitar de maneira natural", garantiu Meneghel.


Recuperações - Quem voltou a realizar trabalhos com bola foi o atacante Evando, depois de ser submetido a artroscopia no joelho direito. O atleta tem chances mínimas de disputar a partida contra o Paraná. O jogador participou do coletivo promovido para quem não atuou durante os 90 minutos do jogo frente ao Bahia ou sequer entrou em campo.


Quem se recupera de lesão, mas está praticamente vetado do próximo duelo, é o zagueiro Wescley. O atleta está com uma contratura na coxa direita. Walter, companheiro de defesa, está suspenso. O defensor Vinícius está gripado, mas está garantido para a partida. Os desfalques abrem vaga para a entrada de Diego Bispo.


Sem Jackson, Givanildo testa 4-3-3


Meia se recupera de virose e deverá ficar fora do jogo contra o Confiança/SE

Celso Ishigami - Diario de Pernambuco


Nas duas próximas rodadas da Série D, o Santa Cruz terá os sergipanos do Confiança como adversários. Caso os tricolores vençam os dois confrontos, ficarão a um empate da classificação à próxima fase do Brasileiro. Por isso, o técnico Givanildo Oliveira deve promover mudanças no time. A começar pelo esquema tático.


No jogo contra o Potiguar/RN, no último domingo, a vitória coral só saiu aos 39 do segundo tempo, com o gol de Brasão. Apesar de o adversário ter um elenco limitado e ter tido dois homens expulsos, os tricolores não conseguiam aproveitar as chances criadas.

No treino da manhã desta quarta-feira, realizado apenas com os prováveis titulares - os demais estão concentrados para o jogo contra o Treze/PB, pelo Nordestão -, Givanildo testou um 4-3-3, com Jadilson entrando no ataque ao lado de Brasão e Gilberto. O treinador simulou situações de ataque e contra-ataque, corrigindo o posicionamento do elenco. O time que treinou foi: Tutti; Osmar, Leandro Cardoso, Menezes e Paulo César; Evandro, Dedé e Victor Hugo; Jadilson, Brasão e Gilberto.


Vale lembrar que o meia Jackson está sendo poupado dos treinamentos para se recuperar de uma virose. O veterano sequer viajou para Mossoró e ainda não participou de nenhum treinamento esta semana. Por isso, a presença dele no jogo contra o Confiança fica cada vez mais improvável.

É para lotar! Santa faz promoção para os próximos jogos no Arruda


Para os duelos contra o Treze/PB, pelo Nordestão, e Confiança, pela Série D, os ingressos custarão R$ 10

Daniel Leal - Especial para o Diario de Pernambuco


Após a primeira vitória na Série D, a diretoria do Santa Cruz resolveu tentar pegar o embalo do bom momento para tentar atrair - ainda mais - a torcida tricolor para o Arruda.


E tanto para o jogo diante do Treze/PB, nesta quarta-feira, pelo Nordestão, quanto no duelo contra o Confiança, no domingo, pela Série D, haverá promoções no preço dos ingressos.


Em ambos os dias, o torcedor do Mais Querido pagará o preço único de R$ 10 para assistir aos jogos do Santa Cruz. Os tíquetes para o jogo desta quarta-feira, pelo Nordestão, já estão à venda no Arruda.


Retorno



Após a aliviante vitória diante do Potiguar, no último domingo, pela Série D, os jogadores do Santa Cruz só chegaram ao Recife no fim da tarde desta terça-feira. Assim, o elenco coral só retonará aos trabalhos a partir das 15h30 desta quarta-feira, já visando o duelo diante do amanhã enfrentam o Treze/PB.


Na ocasião, o técnico Givanildo Oliveira deverá definir se a equipe atuará ou não com o time titular pelo Nordestão.

Santa Cruz sem força máxima dentro do Campeonato do Nordeste

Com as atenções voltadas à missão de voltar à Série C, o Tricolor deve colocar o elenco secundário para a disputa da competição regional, começando pelo duelo contra o líder

Rodolfo Bourbon - Diario de Pernambuco



O Santa Cruz tirou a prioridade do Nordestão. Diferente dos nove jogos disputados, não deve entrar com força máxima durante o próximo da competição regional - às 20h30 de quarta-feira, diante do Treze-PB, dentro de casa. Se, com todo elenco à disposição, o Tricolor obteve meros 44% de aproveitamento, somou 12 dos 27 pontos em jogo e ocupou a modesta nona colocação, com o plantel secundário a situação tende a se complicar.


O foco do clube está voltado integralmente à Série D, onde o time enfrenta o Confiança, às 16h do próximo domingo, em pleno Arruda.


O treinador Givanildo Oliveira ainda não confirmou os titulares para a disputa do Nordestão. Contudo, avaliando o elenco e tendo a ciência das atenções voltadas ao Campeonato Brasileiro, dá para sugerir a seguinte escalação: Darci; Gilberto Matuto, Éverton Sena, Sidraílson e Júlio César; Memo, Wellington, Élvis e Thiago Laranjeira; Jadílson e Kleyr.


O Nordestão pode servir de ponte ao time titular da Série D para jogadores ainda sem espaço, como Thiago Laranjeira. Desde a recuperação da cirurgia do joelho, realizada em 2009, o meia ainda não se firmou dentro do elenco. %u201CSe o treinador der a oportunidade, espero corresponder e voltar a mostrar o meu futebol%u201D, declarou o atleta.

Leo joga no Nordestão. Elvis não!

Volante Léo reaparece no time Tricolor no jogo contra o Treze-PB pelo Nordestão


Givanildo Oliveira vai observar o volante contra o Treze/PB nesta quarta-feira. Já o meia, foi vetado da partida: jogam Thiago Laranjeira e Alex Oliveira

Celso Ishigami - Diario de Pernambuco


Confirmando o que já tinha avisado quando assumiu o comando tricolor, o técnico Givanildo Oliveira poupou o grupo principal no coletivo para o jogo contra o Treze/PB, que será disputado nesta quarta-feira pelo Campeonato do Nordeste. Na formação do provável time que enfrentará os paraibanos, algumas surpresas. Entre elas, a ausência do meia Elvis e a presença do volante Léo, recuperado da pubalgia.

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
Jogador está recuperado da pubalgia e vai enfrentar o Treze/PB no Nordestão



O treinador optou por formar o time num 4-4-2 tradicional, com dois volantes e dois meias. Fica a dúvida se Elvis foi poupado para estar em condições para enfrentar o Confiança/SE, no domingo, pela Série D, ou se foi preterido realmente. Para o confronto contra o Treze, caberá aos meias Thiago Laranjeira e Alex Oliveira a responsabilidade de criar as jogadas do Santa Cruz.


Havia ainda a dúvida sobre quem seria escalado na lateral-esquerda, já que Júlio César ainda se recupera de uma contratura na coxa direita. Para a função, Givanildo colocou o meia Miler, que teve um desempenho regular na movimentação. No ataque, o técnico escalou Joelson ao lado de Souza.


Confira a escalação: Baggio; Gilberto Matuto, Luiz Eduardo, Everton Sena e Miler; Memo, Leo, Thiago Laranjeira, e Alex Oliveira; Joélson e Souza.


Na reapresentação, após a vitória sobre o Potiguar/RN, o grupo principal realizou um trabalho regenarativo, comandado pelos preparadores físicos do clube.

Marcão e um atacante devem ser anunciados

Nome do jogador ofensivo é mantido em sigilo pela diretoria do Sport

Diego Trajano - Diario de Pernambuco


Depois de muitas especulações, finalmente, o zagueiro Marcão deve ser anunciado pela diretoria do Sport. Os rubro-negros confirmaram o acerto com o jogador, mas a divulgação oficial só deve sair no final da tarde de hoje. Na próxima segunda-feira, o clube também deve apresentar um atacante. A expectativa de se tratar de um medalhão é grande, embora nenhuma dica tenha sido dada pela cúpula rubro-negra. A ordem é manter esse nome em sigilo absoluto.


Já sobre os novos reforços que foram anunciados ontem à noite pelo presidente Sílvio Guimarães, a assessoria de imprensa do clube, através do jornalista Amaury Veloso, informou que o meia Élton se apresentará, hoje à tarde, na sede do clube. Enquanto o zagueiro Da Silva só chega no Recife amanhã e o horário de sua entrevista coletiva com a imprensa ainda não foi confirmado.


Mas afinal, o que falta para os dirigentes confirmarem a vinda de Marcão? Bem, de acordo com a cúpula rubro-negra, o zagueiro (ex-Palmeiras e Internacional) estava querendo assinar contrato só até o final desta temporada. Por outro lado, o Sport quer o atleta, pelo menos, até o final do Campeonato Pernambucano do próximo ano. Ainda segundo a direção leonina, esse impasse deve ser resolvido ainda hoje e o jogador deve chegar o mais rápido possível na Ilha do Retiro.

Cerezo só fica se o clube cumprir suas exigências


Treinador vai mostrar ao presidente o que necessita para continuar no comando do elenco


Diego Trajano - Diario de Pernambuco



A equipe de reportagem do Superesportes acaba de falar com exclusividade com o técnico do Sport, Toninho Cerezo. A conversa por telefone durou pouco mais de cinco minutos e o treinador foi claro e taxativo: "vou conversar com a diretoria para mostrar as minhas condições para permanecer no clube".


Toninho Cerezo demonstrou muita tranquilidade na entrevista. Ele disse que não adiantava apressar as coisas. "Não vou colocar os carros na frente dos bois. Temos que conversar com calma com a diretoria. A gente vai ter tempo para isso. Hoje de tarde ou amanhã pela manhã vou falar com o presidente e mostrar o que é preciso melhorar. As coisas precisam estar em consenso, tenho que mostrar o que eu quero para ficar", explicou.


Quando perguntado se isso significa que ele só ficaria em caso de contratações por parte da diretoria, Cerezo foi subjetivo, mas deixou o sim nas entrelinhas. "Quero o melhor. Temos que levantar algumas coisas e deixar outras em evidências. Encaro as coisas com seriedade. Não tenho medo de nada. Encaro o futebol com seriedade e respeito. Pedi algumas coisas e vou ver como isso vai ser atendido".


"O Sport é grande não pode continuar assim. Vamos conversar. Fico feliz com essa confiança que a diretoria demonstrou, mas vamos ver se o que eu penso e o que a diretoria quer vai entrar em consenso. Temos que casar nossas ideias", concluiu.

Clima tenso e novidades por vir

Diretoria vai divulgar nota oficial que deve constar prováveis dispensas de atletas



Diego Trajano - Diario de Pernambuco



Clima de tensão na Ilha do Retiro. Ainda há novidades para serem anunciadas pela cúpula rubro-negra. O mistério sobre o que está por vir é grande. Provavelmente, algum membro da diretoria ou do elenco pode estar deixando o clube ainda nesta quarta-feira.


O vice-presidente jurídico do clube, Eduardo Carvalho, vai se reunir no final desta manhã com o presidente Sílvio Guimarães. Vale lembrar que quase sempre quando eles se encontram acontecem desligamentos no plantel.


Nos bastidores, comenta-se que o desempenho de Eduardo Ramos e de outros atletas teriam deixado os dirigentes do Sport indignados. Embora o técnico Toninho Cerezo, tenha evitado falar nomes ou apontar culpados, durante a entrevista coletiva de ontem. Há também a possibilidade de algum membro da diretoria anunciar sua saída do clube. Agora, é esperarv pela misteriosa nota do Sport.

Ciro: "Não estamos com espírito de Série B"


Redação Superesportes - Diario de Pernambuco


Ao final da partida, o atacante Ciro não explicar mais uma derrota rubro-negra dentro de casa. “Eu não sei o que está acontecendo”, comentou. Para o jogador, o Sport não está com o espírito de Série B. O atacante e artilheiro do time, deixou claro, que as coisas precisam mudar dentro do clube.


“A gente tem que tirar o chapéu para o Duque de Caxias e pegar eles como exemplo. Os caras jogaram com um atleta a menos e venceram. Série B é assim. Tem que ter um time guerreiro, lutar o tempo inteiro como eles fizeram. A gente não está no clima da Série B”, comentou o atacante leonino.


Para Ciro, o trabalho, a partir de agora, tem que ser dobrado na Ilha do Retiro. “Não adianta ficar só falando. Cada um tem que se doar ainda mais dentro de campo”, alfinetou antes de esclarecer que ninguém está fazendo corpo mole dentro de campo. “Quando a bola rola todo mundo quer vencer. A gente tentou, mas tem que aprender com os erros e destacar a vontade do adversário”.

Toninho Cerezo continua no cargo

Cúpula rubro-negra se reuniu e decidiu a permanência do treinador

Diego Trajano - Diario de Pernambuco


Confirmado! O treinador Toninho Cerezo continua no cargo. O vice-presidente de comunicação José alves acaba de informar que o técnico permanecerá no comando do Sport.

Mesmo assim, o clima continua tenso na Ilha do Retiro. Nesta manhã, estão reunidos alguns dos principais membros da diretoria rubro-negra para decidir sobre o futuro do grupo na Série B.

De acordo com a assessoria de imprensa do Sport, o presidente Sílvio Guimarães dificilmente irá conceder entrevista coletiva. "Ele quer repassar uma nota para a imprensa", explica o jornalista Amaury Veloso.

Sport toma virada, aumenta jejum e Duque de Caxias ressurge



Nesta terça-feira, o Sport amargou mais uma derrota (2 a 1 para o Duque de Caxias) e está há três partidas sem vencer (dois revézes e um empate). O resultado, além de ter sido Ilha do Retiro, deixa a equipe perto da zona de rebaixamento, com apenas 11 pontos em 11 jogos.

Com o triunfo, o Duque de Caxias conquistou três importantes pontos e garantiu um grande fôlego na competição. Com 12 pontos, o time do treinador Gilson Kleina terminará a rodada fora da zona da degola.


O jogo

Com o intuito de voltar a vencer no Campeonato Brasileiro da Série B, o Sport começou o embate pressionando. O meio-campista Eduardo Ramos, ex-Corinthians, conseguiu emplacar várias jogadas e foi o principal expoente do clueb pernambucano.

O Duque de Caxias, em posição crítica na competição, ficou limitado apenas às jogadas aéreas para o centroavante Somália (ex-Fluminense, São Caetano e muitos outros clubes nacionais).

Com maior posse de bola e imprimindo um ritmo mais intenso, o clube pernambucano abriu o placar aos 36 minutos da primeira etapa. Após arrancada pela direita, Moisés cruzou na medida para Ciro cabecear para o fundo do gol. Foi o sétimo gol do jovem avante - sonho de consumo da Traffic, investidora do Palmeiras.

Apesar da inegável superioridade, a equipe do técnico Toninho Cerezo foi para o vestiário com o placar mínimo (1 a 0).

Na volta para a segunda etapa, a vitória dos recifenses ganhou contornos ainda mais nítidos quando Roberto Lopes fez falta dura em Zé Antônio e foi expulso de campo. Entretanto, mesmo com um homem a mais, quem balançou as redes foram os cariocas.

Após lance discutível, o árbitro Cláudio Francisco Lima viu pênalti de César em Alexandro. O mesmo converteu e deus inúmeros iguais à partida.

Monótono, o jogo ganhou um episódio - que seria decisivo nos minutos finais -, aos 28 minutos. O lateral esquerdo do Sport Dutra derrubou André Luis, recebeu o cartão vermelho e deixou o Duque de Caxias em pé de igualdade.

A tragédia anunciada se concretizou dois minutos depois. Danilo Rios apareceu na cara do gol e só teve o trabalho de tirar do alcance do goleiro Magrão.

Na base do tudo ou nada, o Sport tentou igualar o marcador nos derradeiros 15 minutos, contudo não atingiu seu objetivo e deixou Toninho Cerezo na corda bamba.

Na próxima rodada, o Sport terá uma pedreira para reabilitar-se: o clássico regional contra o Náutico, líder da competição. O Duque também não terá vida fácil, o América-MG, atual quarto colocado.

FICHA TÉCNICA
SPORT 1 x 2 DUQUE DE CAXIAS

Local: Estádio Ilha dos Retiro, em Recife-PE
Público: 9.076 pagantes
Renda: R$ 68.389,00
Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva-SE
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios-SE e Rubens dos Santos Filho-SE
Cartões amarelos: Danilo Rios, Fabio Braz, Leandro Ferreira (Duque de Caxias)
Cartão vermelho: Dutra (Sport); Roberto Lopes (Duque de Caxias)

GOLS: SPORT: Ciro, aos 34 minutos do primeiro tempo. DUQUE DE CAXIAS: Alexandro, aos 19 minutos e Danilo Rios, aos 31 minutos do segundo tempo

SPORT: Magrão, Renato, Igor, Cesar, Dutra; Germano, Tóbi (Zé Antonio), Moisés (Kássio) e Eduardo Ramos; Ciro e Nádson (Adriano Pimenta). Técnico: Toninho Cerezo

DUQUE DE CAXIAS: Erivelton; Fábio Braz, Mancuso e Edson; Amaral, Roberto Lopes, Leandro Ferreira, Paulo Rodrigues (Danilo Rios) e Marquinhos; Léo Guerreiro (Alexandro) e Somália (André Luis). Técnico: Gilson Kleina

Cerezo entrega o cargo ao presidente do Sport



Se você não estiver visualizando o link acima, clique AQUI


O técnico Toninho Cerezo demorou para chegar à sala de imprensa da Ilha do Retiro. A demora causou uma grande expectativa entre os jornalistas. E ao chegar na sala, o treinador não fez mistério: revelou que entregou o cargo de técnico ao presidente do Sport, Silvio Guimarães.


Cerezo fez elogios ao elenco, disse que não tinha motivo para reclamar dos jogadores, muito menos do clube. Mesmo não conseguindo conectar bem as frases, o treinador disse que a vinda de um novo treinador poderá causar uma reação positiva no elenco rubro-negro.


"Tenho certeza que, com as contratações que serão feitas, o Sport vai evoluir bastante. Mas não é fácil. A diretoria está tentando a contratação de Marcão, do Goiás, mas não está confirmada. Isso porque o mercado está difícil. Sei que, vindo esses atletas que eu pedi, o Sport vai melhorar. Mas quero deixar o presidente à vontade para decidir pela minha permanência", afirmou.


Durante a entrevista, Cerezo deixou claro que o presidente do Sport, Silvio Guimarães, está nervoso e cobrando um melhor desempenho do elenco. "Isso é normal. Ele tem que cobrar mesmo.", afirmou.


O presidente rubro-negro já informou que vai se pronunciar sobre o assunto na manhã da quarta-feira, através da assessoria de imprensa do Sport.


Vamos aguardar.

Vergonha na Ilha do Retiro


Zagueiro César pega a bola no fundo das redes do Leão. Sport só venceu uma partida em casa e mergulha numa crise - Foto: JC Imagem

O Sport mostrou um péssimo futebol e conseguiu o que a torcida não esperava: perdeu de virada para o Duque de Caxias, por 2x1, e o clima de crise se instala na Ilha do Retiro. Se no primeiro tempo, o Leão apresentou objetividade nos minutos iniciais e, nos minutos finais, encontou o caminho das redes, na segunda etapa, o time não existiu e sofreu os dois gols do time carioca.


Já havia deixado o recado neste Blog que o faltava ao Sport mais vontade, disposição, gana para vencer os seus jogos. Entrar em campo achando que vai vencer a partida a qualquer momento é sinal de fracasso. O time rubro-negro mostrou, nos minutos iniciais da partida, que havia aprendido a lição. Mostrou objetividade e disposição. Tanto que, em poucos minutos, criou várias chances de gols.


Mas, parece que o time rubro-negro se acha auto-suficiente. Diante de um time limitadíssimo, os jogadores rubro-negros parecem que se acham não ter limitações, deficiências. Como se fosse atropelar o adversário a qualquer momento. Mas bastou o Duque de Caxias apertar um pouco a marcação para os rubro-negros perderem a calma e errarem em demasia. Mesmo assim, o Leão conseguiu o gol aos 35 minutos, numa cabeçada de Ciro.


O gol de Ciro poderia ser algo positivo. Poderia dar tranquilidade para que o Sport conseguisse criar as chances de gol. Mas, no Sport, o efeito é contrário. O gol causou acomodação. O time voltou a errar passes e, pior, afrouxou a marcação. E a postura infantil ficou ainda mais evidente após a expulsão do Roberto Lopes, aos três minutos de jogo, após fazer falta em Zé Antônio. Mas o Sport não existiu em campo. Continuou apagado. E o técnico Toninho Cerezo tratou a situação mais complicada, sacando o atacante Nádson, escalando o meia Adriano Pimenta.


Como um castigo, logo após a mudança feita por Cerezo, Alexandro divide uma bola com César, cai e o árbitro marca pênalti. O próprio Alexandro bateu e empatou o jogo. A partir daquele momento, bateu o desespero no time rubro-negro. O Sport foi para cima com tudo, deixando a defesa totalmente desmantelada. Num desses contra-ataques, Dutra fez falta em André Luiz e é expulso. Na cobrança, Danilo Rios recebeu a bola e mandou para as redes.


Se a situação estava ruim, ficou pior. O Sport ficou totalmente desmantelado, não sabia mais o que fazer em campo. Partiu para o tudo ou nada, enquanto o Duque de Caxias mostrou garra, fechando-se na defesa e tentando aproveitar alguma brecha para contra-atacar. O Sport martelou, mas saiu de campo derrotado. Uma derrota que está doendo no torcedor rubro-negro. Afinal, a equipe pernambucana ainda patina na competição. E, até agora, não mostrou um horizonte promissor.


Vai ter que mudar da água para o vinho se quiser entrar na briga por uma das vagas na Série A no próximo ano.

O que você faria na Ilha?

Toninho Cerezo, durante a partida Sport 1 x 2 Duque de Caxias, pela Série B de 2010. Foto: Juliana Leitão/Diario de Pernambuco

por Cassio Zirpoli - DP


22/05 - O Sport perde de forma vergonhosa para o ASA, em Arapiraca. Não foi uma derrota qualquer, mas um fumo de 4 x 1. Um vexame histórico.


No fim, o técnico Givanildo Oliveira – que já sofria uma pressão incrível da torcida – entregou o cargo. O presidente Silvio Guimarães bancou a permanência.


25/05 – Jogando na Ilha do Retiro, um Sport pra lá de apático perdeu para um estreante no Brasileiro da Série B. O modesto Icasa saiu da terra de Padre Cícero e ganhou por 2 x 1. Depois, não teve jeito. Givanildo caiu.


27/07 – O Leão perde de virada com um a mais durante parte do 2º tempo para o fraco Duque de Caxias. Jogo em plena Ilha. No fim, Toninho Cerezo escuta as primeiras vaias e gritos de “burro” e entrega o cargo durante a longa entrevista coletiva.


“Eu sou guerreiro. Saí de uma Copa (1982) com todo mundo me massacrando e 15 dias depois eu fui o melhor da partida. Isso é futebol. O Sport precisa de alguém para dar um choque no grupo. Deixo o presidente à vontade para decidir”


O blog entrou em contato por telefone com o presidente do Sport, Silvio Guimarães. Apesar do nervosimo pelo resultado, ele afirmou que a resposta sai na quarta.


“Não atendo a imprensa. Não é hora de falar. Essa decisão será repassada pela assessoria de imprensa amanhã”.


28/07 - Silvio Guimarães deve dar a resposta sobre a permanência do técnico. O que fazer? Segura o técnico e repete a aposta feita em maio ou cai em campo para contratar o terceiro treinador para a Segundona com apenas 11 jogos? De fato, podia mesmo piorar (veja AQUI).


Na minha opinião, o treinador que renuncia ao cargo já mostra uma certa distância do clube. Não tem como bancar… Ao mesmo tempo, o que Cerezo deve estar pensando sobre um grupo que não reage em campo? É difícil ficar lutando com um equipe que não condiz com o pesado investimento. Sem desculpa de salários atrasados ou falta de tempo para treinar.


E Silvio Guimarães, que já vem numa gestão conturbada desde 2009, acaba tendo mais uma prova de pressão ao dirigir um clube com cerca de 3,3 milhões de torcedores. Isolado ou não, a missão de subir para a elite em 2011 começa a virar desespero.


Pegar um clube na Libertadores e deixá-lo com apenas 25% da receita do Clube dos 13 (por causa dos dois anos longe da elite) seria surreal. O caldeirão ferve.

Ainda pode piorar

Série B-2010: Sport 1 x 2 Duque de Caxias. Leão dá vexame na Ilha. Foto: Juliana Leitão/Diario de Pernambuco
por Cassio Zirpoli - DP

O adversário era fraco. Muito fraco.


A necessidade de vitória era enorme…


O fato de jogar em casa era a vantagem.


Um tempo com um jogador a mais.


E com a vitória parcial por 1 x 0. Com gols perdidos nos erros primários nas finalizações. Filme antigo.


Agora, esqueça isso tudo.


O Sport perdeu de virada para o Duque de Caxias, com um 1 x 2 surreal no placar eletrônico da Ilha do Retiro. Não, o adversário não fez uma grande apresentação.


O time fluminense sequer precisou disso. Quase não chutou a gol.


Mas o futebol apresentado pelo Leão foi impressionante.


No pior sentido possível, tecnicamente.


O complemento desta 11ª rodada só não vai deixar o Sport na zona de rebaixamento porque Bragantino e Ponte Preta vão se enfrentar e a matemática “ajudou”.


Mas se nada for feito, isso é questão de tempo.


E na próxima rodada tem o clássico contra o Náutico, nos Aflitos…

Futuro do Estadual

Bandeira de Pernambuco









por Cassio Zirpoli- DP


A segunda divisão do Campeonato Pernambucano de 2010 entra em sua reta final.


Restam apenas oito times. São dois grupos com quatro equipes cada um. Disputa em jogos de ida e volta. Os vencedores de cada chave garantem vaga na elite do Estadual do ano que vem.


E entre os primeiros colocados, aquele que tiver mais pontos nesta fase ficará com o título. Dúvida: Não seria melhor um jogo extra, festivo? Valendo a taça…


A rodada inicial será na tarde do próximo domingo, 1º de agosto.


Na primeira fase do campeonato (grupo 1), os 13 times disputaram um turno único (veja a classificação AQUI). Abaixo, a distribuição dos times na próxima fase.


Grupo 2: Decisão/Chã Grande (2º), Pesqueira (3º), América (5º) e Timbaúba (8º)


Grupo 3: Petrolina (1º), Centro Limoeirense (4º), Olinda (6º) e Belo Jardim (7º).


Confira a tabela da fase final da Série A2 AQUI.

Pernambuco x Olinda

O título do post é surreal, mas é verdadeiro. Pelo menos se for relacionado à corrida para se tornar subsede da Copa do Mundo de 2014. O governador do estado, Eduardo Campos, confirmou nesta quinta-feira o novo projeto, agora em São Lourenço da Mata. Ambicioso, começando pelo nome: Cidade da Copa. Logo, uma nova arena também. Diferente daquela apresentada na primeira vez, em 2007, e que ficou conhecida como “Arena Recife-Olinda”.


No novo projeto, uma nova “cidade” será construída no subúrbio da Região Metropolitana do Recife, com tudo o que se possa imaginar. De hospital a residências. De shopping, cinemas e teatros até o novo centro administrativo do governo. Um investimento de R$ 1,5 bilhão. Sufocado, o Recife busca espaços para a sua expansão. O local parece ter sido encontrado. E esse futuro nem está tão distante.


Apesar de abalada, a nova gestão de Olinda não desistiu e encaminhou o documento com a antiga proposta para a Fifa. Assim, Pernambuco se igualou ao Rio Grande do Sul, que também inscreveu 2 estádios. Um do Inter e o outro do Grêmio (pense numa rivalidade…). As 12 subsedes de 2014 serão anunciadas em 31 de março. Que um dos projetos abaixo esteja na lista. Abaixo, um comparativo dos dois estádios que poderão encaixar Pernambuco no Mundial do Brasil.


  • Cidade da Copa (governo do estado)

Estádio da Cidade da Copa, em São Lourenço da MataOrçamento: R$ 500 milhões
Localização: São Lourenço da Mata, nas imediações do TIP, às margens da BR-408
Capacidade – 46.214 assentos
Anel inferior – 7.846
Anel inferior (premium) – 5.900
Anel inferior (VIP) – 4.322
Businesse seats – 4.504
Camarotes – 1.420
Tribuna de honra – 60
Arquibancada superior – 22.162
Estacionamento: 6 mil vagas

  • Arena Recife-Olinda (prefeitura de Olinda)

Arena Olinda, o primeiro projeto pernambucano para a Copa de 2014Orçamento: R$ 335 milhões, dos quais R$ 100 mi seriam apenas para desapropriações
Localização: bairro de Salgadinho, na divisa com o Recife
Capacidade: 45.800 assentos
Arquibancada inferior – 18.800
Arquibancada superior – 25.200
Camarotes VIP – 1.400
Camarote imprensa – 400
Estacionamento: 11.260 vagas num raio de 1.250 metros, sendo 4 mil na área do estádio

Vai sair do papel


Cassio Zirpoli - Diario de Pernambuco


Agora vai…


A Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) concedeu nesta terça-feira a licença de instalação para a construção da arena pernambucana no projeto Cidade da da Copa, em São Lourenço da Mata, às margens da BR-408.


O documento era o último necessário para lançar a pedra fundamental da principal obra pernambucana para o Mundial de 2014.


A obra começará nesta sexta-feira, dia 30 de julho.


A obra será desenvolvida pelo consórcio liderado pela Odebrecht, com cerca de 9 mil trabalhadores, sendo 1.500 diretos e 7.500 indiretos.


Capacidade: 46.214 pessoas
Área: 52 hectares
Área construída da arena: 129.581 m²
Custo: R$ R$ 532.615.000
Prazo de conclusão: dezembro de 2012.

AFA confirma que Maradona não é mais o técnico da Argentina


O favorito para assumir o cargo é Carlos Bianchi, ex-técnico do Boca Juniors

Da redação do GloboEsporte.com


A Associação do Futebol Argentino (AFA) não renovará o contrato de Diego Maradona como técnico da seleção nacional, informou o porta-voz da entidade, Ernesto Cherquis Bialo, nesta terça-feira. Sergio Batista assumirá como treinador interino para os amistosos contra Irlanda e España. Já Carlos Bilardo seguirá como diretor de futebol. O favorito para o cargo é Carlos Bianchi, ex-técnico do Boca Juniors.


Maradona havia assumido o cargo em novembro de 2008 após a renúncia de Alfio Basile, e comandou a Argentina na reta final das Eliminatórias para a Copa do Mundo. No Mundial da África do Sul, a equipe sul-americana foi eliminada nas quartas de final, após ser goleada pela Alemanha por 4 a 0.


Como uma das condições para permancer no cargo, Maradona havia exigido a manutenção dos seus amigos na comissão técnica da seleção. O técnico também pediu que o ex-jogador Oscar Ruggeri, desafeto de Julio Grodona, presidente da AFA, também trabalhasse na seleção. Apesar disso, segundo palavras de Bialo, Maradona continuará com as portas abertas na AFA.


- Maradona sempre terá as portas abertas - disse o porta-voz.

Na Ilha, Sport permite virada e perde por 2 a 1 para o Duque de Caxias


O time rubro-negro saiu na frente com Ciro, ainda no primeiro tempo; Alexandro, de pênalti, empatou para os visitantes e Danilo Rios foi o autor da virada

Da Redação do pe360graus.com



O Sport entrou em campo na noite desta terça-feira (27) pela 11ª rodada do Campeonato brasileiro da Série B contra o Duque de Caxias. Mesmo com o apoio da torcida na Ilha do Retiro e saindo na frente, o time permitiu virada e perdeu por 2 a 1.



Ciro deixou a equipe rubro-negra na frente ainda no primeiro tempo, aos 34 minutos. Ele recebeu cruzamento de Moisés e escorou de cabeça no cantinho do gol de Erivelton.


Na etapa complementar, logo aos dois minutos, o Duque de Caxias perdeu Roberto Lopes, expulso. Mesmo com um a menos, o time empatou com Alexandro, em cobrança de pênalti. Para piorar a situação rubro-negra, Dutra foi expulso e Danilo Rios, aproveitando a falta de marcação, virou o placar.



O Sport permanece com 11 pontos e agora se prepara para o clássico contra o Náutico, nos Aflitos, no sábado (7), às 16h.



O JOGO

Jogando em casa, o time do Sport começou o jogo de forma ofensiva. Em menos de dois minutos o time construiu duas jogadas de perigo. A primeira veio com Nadson, que recebeu a bola pela esquerda, invadiu a área e chutou forte para a defesa do goleiro Erivelton. Em seguida Eduardo Ramos arriscou de fora da área e mandou a bola por cima do gol.

Reprodução / TV Globo

Foto: Reprodução / TV Globo


A equipe rubro-negra continuou mandando no jogo, criando oportunidades e marcando bem a saída de bola dos adversários. Por volta dos 15 minutos de jogo o Duque de Caxias mudou de postura, marcando principalmente Eduardo Ramos, jogador responsável pela criação do time rubro-negro, e deixando o jogo truncado.



Aos 34 minutos do segundo tempo, Moisés saiu de marcação e cruzou para dentro da área. A bola passou por todos e caiu na cabeça de Ciro, que escorou e marcou o primeiro gol do Sport. Seis minutos Germano tocou de calcanhar para Nadson, que chutou direto na trave adversária e por pouco não ampliou.



No finalzinho do primeiro tempo, Germano quase marca depois de cortar do zagueiro e chutar para o gol. A bola, porém, esbarrou em Fábio Braz e foi pra fora.


SEGUNDO TEMPO
A etapa complementar começou com mudanças e de forma violenta. O técnico Gilson Kleina substituiu Paulo Rodrigues por Danilo Rios e Léo Guerreiro por Alexandro. Logo em seu primeiro lance, no primeiro minuto, Danilo Rios cometeu falta e recebeu cartão amarelo. No minuto seguinte, Roberto Lopes deu carrinho em Zé Antônio e o juiz entendeu como violento, expulsando de vez o atleta. Em menos de cinco minutos depois, outros dois jogadores do Duque de Caxias receberam amarelo: Fábio Braz e Leandro Teixeira.



Com um jogador a mais, o Sport se sentiu mais à vontade em campo, chegando constantemente ao ataque. O primeiro lance realmente perigoso, porém, saiu apenas aos 14 minutos, quando Zé Antônio, de fora da área, cobrou falta e mandou um verdadeiro foguete para o gol, obrigando o goleiro Erivelton a se esticar e espalmar a bola.



Aos 19 minutos o juiz viu pênalti do Sport em cima de Alexandro. Ele mesmo foi para a cobrança e empatou o jogo.


Aos 29, Dutra cometeu falta dura e foi expulso. Para piorar a situação, a equipe do Duque de Caxias cobrou falta e, em jogada ensaiada, tocou a bola para Danilo Rios, que, sem marcação, chutou para as redes de Magrão, virando o placar.



Correndo atrás do prejuízo, o Sport ainda pressionou bastante, mas a eficiente defesa do Duque de Caxias e os erros de finalização da equipe recifense impediram o empate.


FICHA DO JOGO:



SPORT

Magrão; Renato, Igor, César e Dutra; Germano, Tobi (Zé Antônio), Moisés (Kássio) e Eduardo Ramos; Ciro e Nadson (Adriano Pimenta)
Técnico: Toninho Cerezo



DUQUE DE CAXIAS
Erivelton; Fábio Braz, Mancuso e Edson; Amaral, Roberto Lopes, Leandro Teixeira, Paulo Rodrigues (Danilo Rios) e Marquinho; Léo Guerreiro (Alexandro) e Somália (André Luís)

Técnico: Gílson Kleina


GOLS
Ciro (34’ – 1T), Alexandro (19’ – 2T) e Danilo Rios (31’ – 2T)



CARTÕES AMARELOS
Danilo Rios (1’ – 2T), Fábio Braz (5’ – 2T), Leandro Teixeira (7’ – 2T)



CARTÕES VERMELHOS
Roberto Lopes (2’ – 2T), Dutra (29’ – 2T)



Árbitro: Cláudio Lime e Silva (SE)
Assistentes: Cleriston Clay Rios e Rubens dos Santos Filhos (SE)
Local: Ilha do Retiro

segunda-feira, julho 26, 2010

Sport anuncia reforço na zaga e no meio campo


Meia Elton

O zagueiro Da Silva e o meio-campo Élton (foto) ficam no clube rubro-negro até o final do ano, segundo site oficial


Da Redação do pe360graus.com, com informações do site oficial do Sport Club do Recife


O site oficial do Sport divulgou na noite desta segunda-feira (26) a contratação de dois reforços para a Série B do Campeonato Brasileiro: o zagueiro da Silva, que estava atuando no Bragantino e o meia Élton, que estava no Oriente Médio e já teve passagem pelo Corinthians. Ambos assinaram com o Leão até o fim do ano.


O paulista Jédson da Silva tem 29 anos e já jogou no Vila Nova-GO, Internacional de Santa Maria-RS e no futebol chinês.


Élton José Xavier Gomes, por sua vez, tem 24 anos e nasceu em Alagoas, na cidade de Palmeira dos Índios. O atleta tem no currículo os clubes São Caetano e Fortaleza, além de ter passado pelo futebol romeno e árabe. Seu último clube foi o Al Wasl, nos Emirados Árabes, onde atuou em 45 jogos e marcou 14 gols.

Musa da Copa, paraguaia Larissa Riquelme posará nua para revista brasileira

Larissa Riquelme será o destaque da revista Playboy
Larissa Riquelme será o destaque da revista Playboy
Crédito da imagem: Reuters

por ESPN.com.br com Agência Efe

A modelo paraguaia Larissa Riquelme, que ficou conhecida como a musa da Copa do Mundo deste ano, assinou contrato para posar nua para a edição brasileira da revista "Playboy", informou nesta segunda a publicação.

A "Playboy" não informou sobre quando publicará as fotos de Larissa, mas a expectativa é de que a modelo esteja nas páginas de setembro ou outubro.

A paraguaia, que tinha prometido tirar a roupa caso o Paraguai chegasse às semifinais do Mundial - foi eliminado nas quartas de final -, visitou o Rio de Janeiro neste fim de semana para fazer um ensaio fotográfico sensual e comparecer a compromissos publicitários.

No domingo à tarde, Larissa e dois acompanhantes foram assaltados enquanto passeavam na praia de Ipanema, na zona sul carioca. Os dois ladrões levaram um telefone celular, duas câmeras fotográficas e vários documentos, mas nem Larissa, nem seus acompanhantes, quiseram prestar queixa, já que precisavam viajar.

Esta é a segunda visita da modelo ao Brasil. Poucos dias depois do término do Mundial, ela esteve em São Paulo para fazer fotos para uma campanha publicitária.

Mano baseia primeira convocação em torno da Olimpíada de Londres

SSSSSSS
Mano, novo técnico da seleção, e o presidente da CBF, Ricardo Teixeira

por ESPN.com.br


O novo treinador da seleção brasileira, Mano Menezes, deixou claro em sua primeira convocação que a Olimpíada de Londres em 2012 é uma de suas prioridades. O técnico chamou sete jogadores com idade para participar da competição daqui dois anos - Renan, Rafael, Sandro, Ganso, Neymar, André e Pato - e afirmou que quer ambientar esses atletas na equipe.

Esperanças para 2012, Ganso e Neymar terão a primeira chance de mostrar serviço na seleção

Esperanças para 2012, Ganso e Neymar terão a primeira chance de mostrar serviço na seleção
“Pensamos em fazer um início de uma renovação. Dentro dessa ideia, o trabalho tem um objetivo pensando não só na Copa de 2014, como na Olimpíada de Londres. Isso visando um trabalho paralelo de preparação desses jogadores. De ambientação em termos de seleção, buscando prepará-los para o momento da Olimpíada. Mesmo que eles não joguem em um primeiro momento, vão vivenciar o ambiente e vão permitir que o técnico observe o comportamento deles.”

André, Neymar e Ganso - o trio do Peixe

“Vamos elabrorar um calendário e conversar com os clubes europeus, que não têm obrigação de liberar – jogadores para a Olimpíada. Com organização, que é o que os clubes europeus exigem, vamos aprsentar para eles um projeto para esses jogadores. Com antecedência, temos condições de contar com esses jogadores e brigar pela medalha tão sonhada que ainda não conseguirmos conquistar.”

A ausência da grande maioria dos atletas que estiveram na Copa do Mundo da África do Sul nessa na primeira lista de Mano não deve ser motivo de preocupação para os jogadores mais experientes. Segundo Mano, menos de um mês depois da eliminação do Brasil nas quartas de final do Mundial para a Holanda, a dor da derota ainda é recente.

“Conversei com os jogadores que estavam lá fora. Eles estão vindo de uma parada de férias e saber se estavam bem para receber o convite era essencial. Também tive uma conversa com os jogadores remanescentes e que jogaram a Copa para evitar um desgaste maior. Não é bom nesse primeiro momento utilizá-los, há um desgaste quando se tem uma derrota. Conversamos ainda com técnicos aqui dentro do Brasil para ter algumas informações”, afirmou Mano, que revelou ainda que um atleta pediu para não ser conovocado. Ele não quis dizer o nome do jogador.

Renan, Rafael, Sandro e Pato

A idade, contudo, pode ser um entrave para os jogadores mais experientes que vinham sendo chamados por Dunga. "Nós não temos restrição a convocação de ninguém. O que será levado em questão é o monento em os atletas estão, a confiança que se estabelece. Temos que levar em conta a idade também, porque ela vai chegando e como na vida e no futebol a fila anda."

“O trabalho vai ser dividido em três bons momentos: uma Copa América, a Olimpíada e depois a Copa, que é certamente o maior momento de todos. Vai ser uma sequência natural. Vamos utilizar algumas das datas lá na frente especificamente para a seleção olímpica. E temos que passar por um pré-olímpico", terminou Mano.

VEJA A LISTA COMPLETA DOS CONVOCADOS:


Goleiros: Jefferson (Botafogo); Renan (Avaí); Victor (Grêmio)
Laterais direitos: Daniel Alves (Barcelona) Rafael (Manchester United)

Zagueiros: David Luiz (Benfica) Henrique (Racing Santander), Réver (Atlético-MG) Thiago Silva (Milan)

Laterais esquerdos: Marcelo (Real Madrid); André Santos (Fenerbahce)

Volantes: Jucilei (Corinthians); Lucas (Liverpool); Ramires (Benfica); Sandro (Internacional)

Meio campistas: Paulo Henrique Ganso (Santos); Ederson (Lyon); Hernanes (São Paulo)

Atacantes: Neymar (Santos); Diego Tardelli (Atlético-MG); Pato (Milan); Carlos Eduardo (Hoffenheim); André (Santos) Robinho (Santos)

Teixeira fala em permanência de Mano até 2014, e técnico promete 'seleção dos sonhos'

http://www.lancenet.com.br/resources/4963691.jpg

por ESPN.com.br


O gaúcho Mano Menezes foi apresentado na tarde desta segunda-feira como o novo técnico da seleção brasileira e já chegou com elogios e promessas do seu novo chefe, Ricardo Teixeira. O presidente da CBF desejou sorte ao ex-treinador do Corinthians e fez questão de ressaltar seu apoio para que ele permaneça até a Copa de 2014.

“Não é necessário apresentar o Mano a vocês. Todos conhecem o trabalho que ele tem feito e sabem perfeitamente a razão para escolhê-lo e ele concorda plenamente com todo o projeto que pretendemos fazer nos próximos anos, objetivando principalmente a Copa de 2014 e a revitalização da seleção”, afirmou Teixeira.


“Desejo boa sorte a ele, que terá todo o apoio da presidência da CBF, nos bons e maus momentos. Se Deus quisermos estaremos juntos no Brasil em 2014 para conquistar o tão almejado título”, completou o mandatário da CBF.

Mano já chegou prometendo fazer a 'seleção dos sonhos' e recebendo o apoio de Teixeira

Mano já chegou prometendo fazer a 'seleção dos sonhos' e recebendo o apoio de Teixeira
Crédito da imagem: AE

Já Mano Menezes chegou com um discurso prometendo que a nova seleção brasileira vai representar o sonho da população em campo. O técnico gaúcho ainda garantiu que vai manter sua linha de trabalho e agradeceu a confiança colocada nele.

“Queria agradecer a confiança e sei que posso ocupar um dos cargos mais importantes do país. Vou procurar me pautar dentro da linha que me trouxe até aqui, com responsabilidade, lealde, transparência e honestidade. Esperamos montar uma seleção capaz de representar dentro de campo todos os nossos sonhos e aspirações com um time de futebol. Sei que vai ser um árduo o trabalho”, afirmou Mano Menezes.